Posted in:

Guia rápido de tratamento para joelho

Quem nunca sentiu dor no joelho que jogue a primeira pedra. Imagino que todo mundo já passou ou irá passar por essa situação, já que o joelho é uma articulação extremamente instável.

Muitas vezes, conseguimos saber imediatamente quando o paciente está com dificuldades nele. Sua forma de andar, postura e movimentos ficam alterados, isso quando a pessoa não está claramente mancando e fazendo expressão de dor a cada passo.

Nos últimos dez anos aprendemos muito sobre as patologias e como realizar o tratamento para joelho. Portanto, já existem vários métodos que podem trazer alívio e cura para seu paciente. Já falei em detalhes a respeito de patologias do joelho aqui no blog. Hoje dediquei esse artigo a um breve resumo de fatores que influenciam no tratamento e muitas vezes esquecemos.

Quer entender mais sobre possíveis causas de dor no joelho, sua ligação com o fator emocional e dicas de fortalecimento? Então você está no lugar certo e deve continuar sua leitura!

Possíveis causas da dor no joelho

Tratamento-para-joelho-2

Para descobrir o que pode causar esse tipo de dor precisamos lembrar a função da articulação do joelho no corpo. Ele está localizado entre o tornozelo e quadril e possui necessidade primária de estabilidade. É graças a ele que muitos movimentos do membro inferior acontecem e também ele está ligado diretamente à marcha.

Note que o joelho é muito instável, portanto bastante propenso a desequilíbrios musculares ou articulares. Além disso, ele está entre duas articulações extremamente estáveis que com frequência se tornam rígidas, o que pode causar compensações que tornam o joelho ainda mais instável.

Fatores de risco

É claro que existem fatores de risco que aumentam a incidência de dores no joelho. Excesso de exercícios é um bom exemplo e muito comum. Com frequência alunos sedentários tentam começar com atividades intensas sem período de adaptação e acabam com dor ou até lesionados.

O mesmo ocorre com atletas, é o famoso overtraining. O treino em excesso sobrecarrega as estruturas do joelho e causa movimentos disfuncionais. Quando identificamos esse tipo de problema num aluno atleta precisamos corrigi-lo antes que se desenvolva uma lesão.

O excesso de peso é outro agravante que coloca uma sobrecarga grande demais nas musculaturas e articulações. O joelho sofre bastante com isso, então se alguém acima do peso procurar ajuda para dor nessa articulação, o excesso de peso também deve ser levado em conta e devemos solicitar que ele busque ajuda de um profissional para trabalhar esse caso.

AVISO! Quem trabalha com corredores precisa tomar muito cuidado. É normal que eles não tenham um acompanhamento profissional adequado, já que muita gente escolhe correr por conta. Assim, sem saber evoluir o treino, ele podem acabar lesionados. O ideal é aumentar até 20% da carga de treino ao mês para conseguir evoluir sem expor o joelho a risco de lesão.

Como a parte emocional influencia o tratamento para joelho?

Tratamento-para-joelho-4

Sempre que realizamos uma avaliação em nosso aluno estamos em busca da origem daquela dor ou lesão. Estamos de olho em disfunções biomecânicas, desvios posturais e desequilíbrios, mas esquecemos de algo importante: nosso aluno não é feito somente de suas estruturas físicas.

Estamos trabalhando com uma pessoa que também possui pensamentos e emoções. Com frequência, a dor está relacionada ao lado psicossocial de alguém. Mas como posso descobrir isso? Sempre falo para não pular passos da avaliação e isso inclui a entrevista. Precisamos saber em detalhes sobre a vida do nosso paciente para identificar pontos de estresse ou ansiedade que podem causar dor.

Alguns problemas ou dificuldades emocionais podem ser fontes de dor e precisamos considerá-los no tratamento para joelho. O sistema nervoso está intimamente ligado à sensação de dor física, por isso é fácil de compreender que exista uma conexão entre isso e emoções.

Fatores emocionais no joelho

Pessoas inflexíveis apresentam dores no joelho com frequência. A inflexibilidade pode ser fonte de problemas na vida pessoal, causando tensões e atritos com outras pessoas. Isso se reflete nas articulações e faz com que o corpo assuma uma postura fechada. Assim, as musculaturas tornam-se tensionadas e perdemos mobilidade.

A cadeia anterior fechada característica desse tipo de quadro emocional gera tensão no Psoas. Essa musculatura é um importante estabilizador e pode levar ao surgimento de dores em outras regiões através das cadeias musculares.

Devemos estar sempre atentos à saúde emocional de nossos pacientes se quisermos oferecer um tratamento para joelho adequado. No entanto, não conseguimos tratar todos os problemas. Se você perceber que seu aluno apresenta um quadro de ansiedade, estresse ou depressão deve indicá-lo para tratamento especializado.

Fortalecimento no tratamento para joelho

Um dos principais pontos do tratamento para joelho é o fortalecimento muscular. Como essa articulação está instável nos casos de dor, ela precisa de estabilizadores para manter seu movimento em ordem. O joelho não possui estabilizadores estáticos que conseguem limitá-lo adequadamente. Portanto, precisamos de ajuda dos estabilizadores dinâmicos, os músculos.

O fortalecimento muscular serve tanto de tratamento para joelho como de trabalho preventivo. Por realizar um importante papel de transferência de forças entre membros inferiores e quadril, essa articulação está relacionada a grandes e potentes músculos, como o quadríceps.

O joelho também auxilia na sustentação do peso do corpo em fases da marcha, saltos e na corrida. Portanto, se não estiver adequadamente estabilizado a lesão voltará, mesmo que o aluno deixe de sentir dor por algum tempo.

Todos os tipos de patologias e lesões no joelho precisam de um bom fortalecimento. Não importa se estamos trabalhando com dor femoropatelar, tendinite no joelho ou lesão de menisco. Mas não basta focar somente em quadríceps.

Apesar de ser um importante estabilizador do joelho, ele não trabalha sozinho. Também precisamos dar atenção a músculos como Core e glúteos no tratamento. Na realidade, posso dizer que os glúteos merecem até mais atenção que o quadríceps para evitar desequilíbrios.

Conclusão

Tratamento-para-joelho-6

O tratamento para joelho é complexo e não pode ser resumido a algumas linhas de texto num blog. Recomendar um tratamento padronizado para essa articulação seria um dos maiores erros que posso cometer. No entanto, posso recomendar algumas dicas, como as mostradas nesse artigo.

Nunca devemos esquecer de trabalhar nosso aluno como um todo. Isso significa realizar o fortalecimento de suas musculaturas de forma global, mas também está relacionado a sua parte emocional. A dor no joelho surge com frequência como resultado de ansiedade e estresse. O seu aluno pode até conseguir uma melhora temporária, mas se esses problemas persistirem ele dificilmente ficará curado por muito tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *