Posted in:

INFOGRÁFICO 4 problemas causados por falta de mobilidade de tornozelo

problemas da mobilidade de tornozelo

Você sabia que falta de mobilidade de tornozelo é muito comum em nossos alunos?

Para perceber isso é só olhar quais dos seus alunos levantam os calcanhares quando agacham. Provavelmente o motivo é falta de mobilidade nesse conjunto de articulações. Pode parecer que é algo insignificante, mas essa pouca mobilidade é um problema sério que causa diversas compensações.

Muitos profissionais esquecem de trabalhar essa característica porque a maioria dos alunos não sentem dor no tornozelo. Mas isso é traduzido por compensações ao longo da cadeia posterior que geram diversos problemas.

O principal motivo das compensações do tornozelo se espalharem pelo corpo é a cadeia posterior. Esse é um conjunto muscular unido através de fáscias, tecido conjuntivo ou estrutura óssea. Devido a essa ligação sempre que uma parte se tenciona, essa tensão se espalha para outras partes da cadeia. Assim um problema que iniciou no tornozelo acabará afetando regiões como a lombar.

No infográfico abaixo você entenderá alguns problemas que surgem quando o corpo apresenta pouca mobilidade de tornozelo. Aproveite para identificar esses problemas no seu aluno e incluir o tornozelo como uma possível causa. Ter um olhar global sobre uma lesão ou desequilíbrio é essencial para conseguir o tratamento correto.

4 problemas da falta de mobilidade de tornozelo

4 problemas causados por pouca mobilidade de tornozelo de Gizele Gavazzi

Conclusão

Percebemos como uma boa mobilidade de tornozelo é importante. Trabalhando essa característica garantiremos que os desequilíbrios não se espalhem pela cadeia muscular causando problemas como dores no joelho, lombar e até problemas posturais.

Para isso podemos utilizar exercícios de Pilates e Treinamento Funcional, que são muito úteis na correção de padrões errados de movimento. Se você estiver interessado em conhecer mais sobre a mobilidade de tornozelo, sua importância e exercícios para corrigi-la visite meu artigo completo sobre o assunto. Nele explico com mais detalhes como funcionam as compensações partindo do tornozelo e dou 5 sugestões de exercícios para corrigir o problema. É só clicar nesse link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *