Posted in:

3 dicas para tratar a escoliose com sucesso

como a tratar escoliose com dicas

Tratar a escoliose às vezes parece bastante complicado. Observemos o corpo de um aluno com escoliose, ele está repleto de compensações e algumas vezes dor. O desvio na coluna vertebral alterará todo seu padrão de movimentos. Corrigir as compensações será bastante difícil para o profissional, especialmente quando trabalhamos com foco especial na coluna.

Quem trabalha com Pilates e Treinamento Funcional sabe que precisamos sempre ver o corpo como um organismo global e não partes separadas para trabalhar. Se você tem um ou mais alunos com escoliose, esse artigo é para você.

Separei três das dicas mais importantes que você verá para tratar a escoliose e conseguir resultados.

3 dicas para tratar a escoliose

Trabalho global

O trabalho global é um ponto importantíssimo para tratar a escoliose. Muitos profissionais esquecem que o aluno não é uma coluna a ser consertada. Na verdade, ele possui diversas compensações que se espalham por todo o corpo. Além disso, a coluna vertebral conecta todo o corpo, sendo o eixo de conexão entre a cintura escapular e cintura pélvica.

Alívio da dor

É bom lembrar que nem toda escoliose causa dor. Muitos pacientes ficam assintomáticos até que o desvio seja descoberto e podem seguir toda sua vida sem sentir sintoma alguma. Porém, em quem sente dor essa será nossa prioridade na primeira etapa do tratamento. Isso é bastante importante porque a dor pode estar inclusive entre os fatores causadores da escoliose.

Músculos de base

Ao trabalhar com patologias da coluna sempre acabamos esquecendo musculaturas de base importante. Pode parecer que precisamos trabalhar especialmente músculos estabilizadores da coluna (e realmente precisamos), mas também existem outros músculos importantes. Alguns deles estão até bastante distantes da área alvo da patologia, como glúteos.

Conclusão

Tratar a escoliose é complexo e exige amplo conhecimento sobre esse desvio da coluna. Podemos tornar nosso tratamento mais eficiente ao seguir algumas dicas simples. Comece a aplicá-los a suas aulas para obter resultados com seu aluno.

Se quiser conhecer alguns exercícios para trabalhar com escoliose confira meu artigo completo com 9 exercícios para tratamento de escoliose. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *