Posted in:

Saiba Porque Seu Aluno vai Desistir de suas Aulas

Quero te contar uma história que talvez pareça familiar. O João tem um espaço de Treinamento Funcional e começou a atender um aluno que estava se recuperando de uma lesão no joelho. Ele escolheu a modalidade por causa de indicação médica e logo começou a praticar.

Para o João isso foi ótimo, afinal de contas, ninguém reclama de receber mais um aluno no seu espaço. No primeiro mês foi tudo bem, o aluno novo frequentava as aulas, mesmo que não parecesse muito animado.

No segundo mês ele começou a faltar. Das três vezes por semana aparecia em uma, nas outras dava desculpas de falta de tempo, imprevistos e compromissos.

Foi assim até o terceiro mês, quando o aluno simplesmente ligou para cancelar o serviço. Disse que não teria mais tempo e simplesmente desapareceu. João ficou preocupado porque não era o único aluno a desistir de suas aulas e ele nunca descobria realmente porque isso estava acontecendo.

Por acaso essa história soou familiar? Imagino que sim. Todos nós temos alunos que desistem das aulas porque:

  • Não Têm Tempo;
  • Acham o Serviço Muito Caro;
  • Querem Adotar Outras Atividades de Lazer.

Posso até dizer que isso é inevitável, pelo menos enquanto você não compreender a raiz do problema. Quer entender por que seus alunos vão acabar desistindo de você cedo ou tarde? Então continue lendo para aprender mais e descobrir formas de mantê-los motivados.

Por que as Pessoas Começam a Prática de Atividades Físicas?

O segredo para entender o motivo que alguém deixa sua aula é entender primeiro por que a pessoa começou.

Provavelmente você já pensou no motivo mais clássico, saúde. Na verdade, não é tão simples assim. Muitas pessoas recebem indicação do médico para começar uma atividade física e sequer chegam a pesquisar.

Para um adulto, adotar uma atividade, como o funcional ou o Pilates, é algo muito difícil. Para essa pessoa conseguir treinar ela precisa tirar uma hora do seu dia, que já é corrido.

Além disso, precisa lidar com transporte e incorporar essa atividade em seu cotidiano para realizá-la com frequência.

Nós, profissionais do movimento, experimentamos isso em nossas próprias vidas. Quantas vezes você já não pensou em fazer um curso de aperfeiçoamento só para desistir porque decidiu que não conseguiria frequentar uma ou duas aulas semanais por um mês.

É exatamente isso que nossos alunos e pacientes consideram quando resolvem começar as aulas. Precisa existir uma motivação mais forte para mantê-los treinando que vai além de benefícios a longo prazo.

Entenda ainda melhor considerando a maneira que muitas pessoas guardam dinheiro. Você sabe que se guardar X reais todo mês vai conseguir comprar aquele presente especial no fim do ano, mas é um período muito longo.

Provavelmente no segundo mês você já vai gastar um pouquinho a mais pensando em compensar mais tarde, algo que nunca vai acontecer.

Nossos alunos sabem que conseguem melhora na saúde e podem reabilitar-se de lesões se comparecerem às aulas sempre. Mas seu comprometimento desaparece assim que surge o primeiro obstáculo.

Etapas da Prática de Atividade Física

Estudiosos sobre o assunto determinaram que existem algumas etapas para que uma pessoa comece a praticar atividade física.

Não importa se a atividade está sendo feita para melhorar sua saúde, perder peso ou se reabilitar de lesões. Ela geralmente segue a sequência abaixo:

  1. Pré-Contemplação: o indivíduo ainda não pratica atividade física e não pensa em praticar;
  2. Contemplação: a pessoa tem vontade de melhorar sua condição física e quer começar a prática. Começa a se preparar para isso, pesquisando academias e modalidades que o interessam;
  3. Ação: começa a prática esporadicamente, mas ainda não percebe os benefícios. Por isso, tem incertezas para continuar a prática;
  4. Manutenção e Aderência: começa a perceber os benefícios da prática regular de atividades físicas, tem prazer na prática e já a torna parte da sua rotina.

O grande problema é que existem muitos praticantes que param na etapa 3, quando desistem. Se a pessoa permanecer muito tempo incerta se realmente deseja realizar essa atividade ela provavelmente vai desistir de suas aulas.

É nessa hora que perdemos o aluno ou paciente e dificilmente conseguimos convencê-lo a voltar. Isso é praticamente inevitável para a maioria dos profissionais que atuam na área.

Por que Eles Desistem Rapidamente da Prática?

Boa parte das pessoas desistem rapidamente da prática de atividades físicas. Um estudo no Rio de Janeiro mostrou que ao longo de um ano somente 3,7% dos alunos permaneceram na mesma academia. Isso está relacionado aos motivos que levaram a pessoa a começar a prática.

Em geral, existem motivos internos e externos para isso, que incluem:

  • Controle de Peso;
  • Evitar ou Tratar Doenças, Como Hipertensão;
  • Diminuir o Estresse e a Depressão;
  • Satisfação ou Diversão;
  • Melhora da Autoestima;
  • Socialização;
  • Tratamento de Lesões e Patologias.

É necessário que esses objetivos tragam resultados para que a pessoa ache que a atividade está valendo a pena. Somente os benefícios para a saúde não são o suficiente para manter alguém na aula de funcional.

Lembre-se que essa pessoa é exposta a mídias de todos os tipos diariamente. Ela sabe que o sedentarismo traz consequências para seu corpo a longo prazo e isso ainda não a fez adotar uma atividade física definitivamente. Então precisamos garantir resultados para suas necessidades mais imediatas.

Desculpas do Aluno para Desistir de suas Aulas

Eventualmente, você receberá uma ligação do seu aluno dizendo:

“Desculpe, mas vou precisar parar as aulas porque não tenho tempo.”

Essa é uma das desculpas mais comuns para que alguém deixe de frequentar nossas aulas, mas fique sabendo que não é toda a verdade.

O que realmente está acontecendo é que o aluno considerou os benefícios e desvantagens da prática e resolveu que não está valendo a pena.

Mesmo que você, como instrutor, perceba que ele está melhorando suas habilidades funcionais aos poucos, o próprio aluno é incapaz de ver. É claro que na hora de desistir de suas aulas eles falam sobre a falta de tempo ou sobre um novo compromisso que não podem adiar.

Seu Aluno Vai Desistir de Suas Aulas se Você não Fizer Algo!

Na hora de começar a praticar atividades físicas, os alunos têm um objetivo principal. Talvez tenham indicação médica para melhorar de alguma patologia.

É claro que ele quer atingir isso, mas se não conseguir certo bem-estar e prazer com a prática provavelmente vai desistir de suas aulas logo.

Agora, vou te fazer algumas perguntas e gostaria de respostas sinceras:

  • Você Consegue Criar Aulas que Motivam seu Aluno em Cada Sessão?
  • Seu Aluno Consegue Perceber uma Evolução Clara na sua Prática, Seja do Pilates ou do Funcional?
  • Seu Aluno tem o Local de Atividade Física como um Lugar Acolhedor?

Se a resposta foi não para alguma dessas perguntas se prepare para perder alunos.

Como Conseguir Manter Alunos Praticando Atividade Física?

Calma, ainda dá tempo de convencer seus alunos a permanecer nas aulas! Primeiramente, você precisa oferecer uma sessão de qualidade e com objetivo. A motivação de cada um só se mantém enquanto eles conseguem ver que estão alcançando algo.

Além disso, as aulas precisam ser prazerosas. O bem-estar está muito relacionado a retenção na atividade física.

Pessoas que se sentem bem praticando algo colocam essa atividade como uma das prioridades da vida. É por isso que sair com os amigos, jogar e ver filmes são passatempos tão adorados. Por que sua aula não poderia ser o mesmo?

Comece a motivar seus alunos através de aulas que realmente dão resultados. Utilize um repertório de exercícios variados para deixar sua sessão mais dinâmica e trazer o elemento de prazer e bem-estar que estava faltando.

É claro que, para isso, você ainda precisa consertar alguns erros que te atrapalham profissionalmente. A falta de uma boa avaliação e evolução apropriada do aluno também pode levá-lo a desistir de suas aulas. Por isso, preparei a semana MIT.

São 3 dias de palestras completamente online e gratuitas para te ensinar sobre avaliação, evolução de alunos e repertório de aulas. Você não pode perder!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *