Posted in:

9 exercícios funcionais para seu aluno fazer em casa

Por acaso você já passou exercícios funcionais como lição de casa para seu aluno? Qual foi o resultado? Imagino que alguns de vocês já enfrentaram problemas com o dever de casa, como o aluno não fazer. Problemas como esse são comuns e geralmente o aluno volta na próxima aula com uma desculpa.

Outra possibilidade recorrente é o aluno voltar na aula seguinte reclamando que o exercício funcional lhe causou dor. Você, como profissional, sabe que aquele movimento foi feito de maneira errada, proporcionando a dor.

Talvez, por causa dessas dificuldades, alguns de vocês que estão lendo esse artigo tenham desistido da lição de casa completamente, mas eu continuo sendo um de seus defensores. Precisamos do dever para conseguir os melhores resultados com o aluno. Por isso, vou te mostrar alguns erros comuns que cometemos e como corrigi-los, além de 9 opções de exercícios funcionais para casa.

Devo passar exercícios funcionais  para meu aluno fazer em casa?

Alguns professores têm medo ou receio de passar lição de casa para o aluno. Eles afirmam que a pessoa pode se machucar quando está fazendo os exercícios funcionais sozinho. Na verdade, essa ideia esquece um pequeno detalhe: aquele paciente vai se mover sem sua supervisão, mesmo que você não passe o temido dever de casa.

As pessoas têm empregos, famílias e casas para cuidar. Não existe maneira de impedi-las de realizar movimentos para isso e, alguma hora, eles podem causar uma lesão. Mesmo sem saber agachar corretamente, seu aluno fará agachamentos para limpar a casa, pegar os filhos no colo ou carregar cargas no trabalho. Então, do que você tem medo?

Os deveres de casa pelo menos serão orientados e terão um benefício claro. Considero essencial aplicá-los em nossas aulas para conseguir resultados mais satisfatórios.

Além de proporcionar um tratamento mais completo, o dever de casa é uma forma de dividir nossa responsabilidade. Acredito que a responsabilidade pelo resultado da atividade física ou da reabilitação é 50% nossa e 50% do aluno.

Para entender melhor, pense com cuidado no que você faz para que essa pessoa atinja seus objetivos. Você prepara uma aula com cuidado, separa um horário do seu dia para que a pessoa possa treinar, orienta todos os exercícios e reavalia o aluno constantemente. Infelizmente, não conseguimos tudo que precisamos somente com essas atitudes.

Se o aluno não seguir nossas orientações e não se mover como deve, todo o tratamento é colocado em risco. Ao ter lição de casa conseguimos mostrá-lo que parte da responsabilidade pelos próprio resultados também é sua.

Nós, profissionais, já sabemos que o problema desse aluno nunca seria resolvido somente em 3 horas de exercício semanal que ele consegue nas aulas. O dever e todas as outras orientações servem para complementar isso.

Como escolher os melhores deveres de casa?

Te convenci a usar o dever de casa para complementar as aulas? Ótimo, estamos no caminho certo! Agora quero ensiná-lo a escolher os exercícios funcionais para seus alunos de maneira a evitar lesões e acidentes em casa. Obviamente isso é tão importante quanto ter a consciência de dividir a responsabilidade com o aluno.

Primeiro, compreenda qual é o nível de desenvolvimento e de consciência corporal do aluno. Uma pessoa que acabou de começar o tratamento para sua patologia e que ainda tem dor aguda com certos movimentos não está preparada para exercícios complicados.

Os alunos mais iniciantes precisam da versão mais simples possível do exercício. Talvez isso signifique até passar técnicas para aliviar a dor durante o dia do indivíduo. Podemos, por exemplo, pedir para nosso aluno fazer compressas de gelo na região lesionada durante o dia ou realizar alongamentos que aliviem um pouco da pressão sobre a articulação.

Dar meios de melhorar a dor em casa também nos ajuda no tratamento. Caso o aluno realize o dever de maneira correta, ele estará bem melhor na próxima sessão e nos dará mais oportunidade de trabalhar com movimento.

Depois de escolher o melhor exercício para seu aluno, chega a hora de explicar. É nesse momento que vejo muitos instrutores errarem completamente e aumentarem as chances de lesão. Não basta dizer o que a pessoa precisa fazer em casa, é necessário explicar o exercício de forma clara!

Os exercícios funcionais precisam de uma explicação completa, como se fossem o próximo exercício da sua aula. Comece explicando como a pessoa deve realizá-lo, depois demonstre devagar e detalhadamente. Enfim, peça para seu aluno fazer duas ou três repetições na sua frente.

Posteriormente é a hora da correção. Veja tudo que ele poderia fazer de errado e corrija para evitar que repita isso em casa.

Hidratação, um dever extra

Há outro dever de grande importância para seu aluno, que é tomar água! Infelizmente, muitas pessoas já perderam esse hábito e só tomam água quando estão com muita sede. Na correria do dia a dia, isso significa corpos desidratados mais propensos a ganho de peso e problemas articulares.

Quando estamos bem hidratados conseguimos hidratar as articulações e eliminar toxinas do corpo. Considerando que muitas das articulações com lesões que encontramos são sinoviais e que dependem de líquido para seu deslizamento sem atrito, isso é essencial.

Além disso, um corpo hidratado consegue lidar melhor com os procedimentos inflamatórios que seguem uma lesão, eliminando as toxinas geradas na região.

Quer um motivo a mais para manter seu aluno hidratado? A água tem a mesma função de controle da ansiedade que o chocolate. Uma pessoa hidratada fica mais tranquila e relaxada, sente menos dores e até perde peso mais rápido se estiver de dieta. Não existe desculpa para deixar de beber água!

Recomendo pedir para o aluno encher uma garrafa e tomar a intervalos regulares, mesmo sem sede.

9 exercícios funcionais para casa que você pode usar

Chegou a hora de escolher os exercícios funcionais de dever para seu aluno. Quer uma dica ou algumas inspirações? Separei 9 opções abaixo!

A maioria delas é direcionada a iniciantes que ainda têm alguma dor proveniente da sua patologia. Para isso, recomendo alongamentos e outras técnicas que proporcionam alívio da dor e melhora postural.

Todos os exercícios funcionais mostrados aqui podem ser feitos com uma simples toalha. Assim, seu aluno não terá a clássica desculpa de “não consegui uma faixa elástica”. É claro que se ele puder realizar com a faixa elástica os exercícios também são excelentes.

Vídeos

Conclusão

Perceba: não existe motivo para ter medo de passar exercícios funcionais para casa. Seu aluno precisa estar pronto para se movimentar para atividades diárias e alguns movimentos a mais não causarão uma lesão ou dor necessariamente. Sua capacidade de explicar e corrigir cada detalhe com cuidado é parte do trabalho de prevenção.

Além disso, precisamos mostrar ao aluno que ele tem parte da responsabilidade pelo próprio tratamento. Uma das melhores maneiras de conseguir convencê-lo a fazer o dever de casa, sem preguiça ou falta de tempo, é mostrar como ele pode ajudá-lo. Por isso, explique também o objetivo do movimento.

Explicando o exercício corretamente e aproveitando as dicas que dei nesse artigo, seu aluno está pronto para fazer o dever de casa sem problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *