Posted in:

11 exercícios funcionais com faixa elástica para mudar sua aula

Cansou de dar sempre os mesmos exercícios? Aprenda a variar usando esses 11 moviemntos com faixa elástica.

exercícios funcionais com faixa elástica

Está na hora de preparar aula para aquela turma de Funcional que é mais exigente. Você usou diversos exercícios com acessórios na aula anterior e está ficando sem ideias. Já conseguiu decidir qual tipo de trabalho quer para essa sessão, mas ficou realmente sem saber que exercícios fazer. Eles provavelmente vão ficar entediados se você usar o de sempre.

É nessa hora que geralmente nós, instrutores, corremos para a internet em busca de soluções. Você joga no Google: exercícios de Treinamento Funcional e espera a mágica acontecer. Mas tome muito cuidado, talvez não encontre nada útil nessa busca.

Para conseguir exercícios funcionais realmente úteis você precisa saber o que está buscando. No exemplo que falei no início do artigo, tenho quase certeza que seriam variações de movimentos tradicionais com acessórios diferentes. Vou te dar uma dica: que tal ao invés de buscar variações novas usar os exercícios que você já conhece, mas com faixa elástica?

Os exercícios funcionais com faixa elástica são uma ótima maneira de dar aquela variada na aula. Seus alunos ficarão bastante entretidos usando esse acessório, além de realizarem um trabalho completo.

Para te ajudar, separei 11 exercícios realizados com faixa elástica. Eles são úteis para qualquer aula de Treinamento Funcional e você consegue adaptá-los para qualquer nível de aluno. Está pronto para começar? É só continuar lendo esse artigo.

Vantagens de usar exercícios funcionais com faixa elástica

Antes de começar a falar sobre a faixa elástica, deixe-me lembrar sobre quão completos são os exercícios funcionais. Se você já trabalhou com Treinamento Funcional ou está entrando nessa área, sabe que eles realmente são ótimos.

Se eu quiser, posso preparar uma aula com exercícios de funcional sem acessórios. Eu inclusive já fiz um post aqui com alguns movimentos que você pode usar nesse tipo de aula. Não existe problema nenhum em usar o Treinamento Funcional.

Mas mesmo assim nunca devemos esquecer dos benefícios que os acessórios dessa modalidade nos trazem. Eles conseguem deixar a aula ainda mais completa. Com eles você consegue adicionar algumas características ao exercício, como:

  • Instabilidade;
  • Resistência;
  • Potência;
  • Outras.

Como disse, apesar de exercícios funcionais serem extremamente completos, não existe motivo para deixar de aproveitar os acessórios. Com eles conseguimos aumentar ainda mais nosso número de variações disponíveis, deixar a aula mais dinâmica e incluir outros tipos de estímulos. Tudo é benéfico para nosso aluno.

No caso específico da faixa elástica, podemos aproveitar sua versatilidade. Começando pelo fato de ela poder ser adaptada à alunos de qualquer nível. Ou seja, se você quiser usar um exercício com faixa elástica na sua aula, todos os alunos da turma conseguem fazer. Basta distribuir faixas elásticas com variados níveis de resistência.

Na hora de comprar suas faixas elásticas lembre-se que alguns de seus alunos são mais avançados e outros mais iniciantes. Você precisará ter equipamentos para os dois tipos de aluno, caso contrário a aula ficará inviável.

Ela também ajuda a adicionar resistência ao exercício de uma maneira simples e diferenciada. Por conseguirmos usá-la amarrando ou enrolando numa base fixa ou membro do corpo ela se adapta a praticamente qualquer exercício.

Se eu já te convenci a usar os exercícios funcionais com a faixa elástica, vamos começar a aprender alguns deles.

11 exercícios funcionais com faixa elástica

Como fazer os exercícios?

Nesse vídeo mostro 11 exercícios funcionais que podem ser realizados com faixa elástica. Como você já percebeu, existem muitas possibilidades. Eles vão desde pranchas até rotações e flexões. Em cada um deles a faixa elástica é usada com um objetivo diferente.

Vejamos o primeiro exercício como exemplo. Nele uso a faixa elástica como uma resistência para o braço e perna sendo trabalhados, porém esse não é o único uso possível da faixa.

No exercício de flexão com faixa elástica ela é usada para o objetivo oposto: auxiliar com o movimento. Passamos a faixa mais ou menos na altura da cintura do aluno e seguramos numa posição mais alta. Assim a pessoa precisa fazer um pouco mais de força para abaixar o corpo (o que não é tão difícil por estar num sentido favorecido pela gravidade) e menos força para levantar o corpo. Esse movimento é ótimo para seus alunos que têm dificuldade para realizar a flexão.

Assim vemos como os exercícios funcionais com faixa elástica são úteis para nossas aulas. Eles ajudam a facilitar ou dificultar o movimento de acordo com a necessidade individual do aluno.

Resistência nos exercícios funcionais com faixa elástica

O que mostrei nesse vídeo são meramente exemplos das possibilidades que existem ao usar a faixa elástica. Você consegue criar muito mais exercícios para usar nas suas aulas, basta entender alguns conceitos simples.

Comece decidindo qual será a direção da resistência usada (no caso, a faixa elástica). Ela deve ser a favor ou contra o exercício?

Resistência que vão contra o sentido do exercício servem sempre para dificultar aquele movimento. Quando coloco uma faixa elástica no chão para o aluno puxar para cima ela tende a dificultar essa puxada. Claro que no outro sentido do movimento a faixa acaba ajudando, ao voltar à posição original o aluno sentirá maior facilidade.

Já uma resistência a favor do sentido do movimento serve para facilitar. Se eu pedir para um aluno fazer um enrolamento do tronco segurando a faixa elástica que está presa nos seus pés ele terá facilidade para subir o corpo. Porém na hora de voltar a faixa fará alguma resistência.

É por isso que você deve pensar com cuidado sobre o seu objetivo com os exercícios funcionais com faixa elástica. Assim você poderá recomendar o movimento adequado para cada aluno, facilitando ou dificultando de acordo com o caso. O mesmo se aplica aos exercícios que mostre neste artigo.

Quando estiver na dúvida, existe uma maneira simples de testar os exercícios funcionais com faixa elástica. Basta fazê-los você mesmo.

Ao realizar o movimento você consegue perceber qual fase do exercício está facilitada ou dificultada. Assim, posso te dizer que existem duas maneiras para garantir que o exercício com a faixa elástica é útil para seu aluno:

Conhecendo muito bem o exercício, as musculaturas trabalhadas e como o movimento funciona. E também testando você mesmo para entender como a resistência da faixa trabalha no corpo e possivelmente trabalhará para o aluno.

Todos alunos podem usar a faixa elástica?

A faixa elástica acabou muito relacionada à fisioterapia e a exercícios de reabilitação. Ela parece uma maneira eficiente de realizar movimentos com resistência que não exerçam muito impacto nas articulações.

Porém seu uso não deve ficar restrito à reabilitação, especialmente porque a faixa elástica tem tanto a nos oferecer no Funcional. Por isso quero afirmar que esses exercícios funcionais com faixa elástica são ótimos para todos os níveis de alunos que você encontra. Tudo depende da maneira com a qual elas são usadas e o nível de resistência de cada uma.

Se você trabalha com alunos mais avançados, busque as faixas mais resistentes. Elas te darão um trabalho mais completo e desafiador para esses alunos. E garanto que não deixarão nenhuma exercício fácil demais para quem já tem um bom condicionamento físico.

Quem trabalhar com aulas em grupo precisa tomar um pouco de cuidado. Sempre que possível divida as faixas de acordo com a resistência que o aluno consegue usar. Se for uma faixa muito pesada ele pode ficar frustrado e desistir do exercício. Já uma faixa muito leve o deixará com pouco desafio e um trabalho pouco eficiente.

Conclusão

Vimos que as faixas elásticas ajudam a criar uma aula dinâmica e com variações interessantes de exercícios. Elas servem tanto para facilitar quanto dificultar o movimento.

Por isso é importante compreender como funciona o movimento e qual é o seu objetivo ao introduzir a faixa elástica. Não basta mandar o aluno fazer qualquer coisa se aquele movimento não nos traz um resultado específico.

Para isso você deve conhecer muito bem o exercício e também testá-lo. Essa é a única maneira de garantir de que a resistência foi usada da maneira correta. Após esse teste você estará preparado para trabalhar com a faixa elástica em seus alunos.

Gostou desses exercícios funcionais? Teste todos eles em suas aulas e veja como os alunos adoram esse tipo de variação. Se quiser aprender ainda mais sobre os exercícios com faixa elástica visite meu artigo completo sobre como adaptar exercícios funcionais para esses acessórios. É só clicar nesse link.

Um Comentário

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *